1 de jun de 2009

era só isso que eu queria da vida...

uma cerveja, uma ilusão atrevida que me dissesse uma verdade chinesa. com uma intenção de um beijo doce na boca.

a tarde cai, noite levanta a magia. quem sabe a gente vai se ver outro dia, quem sabe o sonho vai ficar na conversa, quem sabe até a vida pague essa promessa.

muita coisa a gente faz, seguindo o caminho que o mundo traçou.
seguindo a cartilha que alguém ensinou.
seguindo a receita da vida normal.

mas o que é vida afinal?

será que é fazer o que o mestre mandou?
é comer o pão que o diabo amassou?
perdendo da vida o que tem de melhor...