30 de jul de 2014

fraldas de pano modernas - as perguntas que eu mais ouço (parte final)

a última parte não será em forma de questões.
as dúvidas mais frequentes já foram postas. o que vem agora são algumas observações.


» autran usou a primeira fralda de pano com menos de um mês de vida. vazou tudo no primeiro minuto.
levei um tempinho pra me acertar com os ajustes. tinha medo de apertar demais, de machucar. mas depois percebi que tem que ser bem ajustada, ficar bem grudadas ao corpo.
ou seja: não desanime com as primeiras vazadas!
pesquise, converse com quem usa, veja videos, fotos de bebês usando. tudo ajuda, principalmente a persistência.


» comprei duas fraldas enquanto estava grávida para testar. quando vi a maravilha que era, fui comprando aos poucos. então, o autran não foi 100% fralda de pano desde o início. alternei com descartável até, mais ou menos, o quarto mês. que foi quando meu estoque atingiu um número seguro de fraldas. ainda mantenho um pacote de descartável reserva pra quando chove demais, pra quando alguma coisa acontece e há mais fraldas sujas que limpas, etc. porém ele costumar durar meses. cheguei a doar descartáveis M pq o autran não usou.


» quem usa fralda de pano sabe, mas é um fato desconhecido pra quem não: o uso de pomadas pra assadura é proibido. a gordura gruda nas fibras, deixando-as impermeáveis. pomada é difícil de tirar e pode danificar o tecido.
e daí vem a pergunta: mas e quando assa?
o primeiro lance é que raramente vai assar. os tecidos permitem que a pele respire, a sensação sempre seca não deixa o xixi em contato com a pele e não há química em constante contato com a pele sensível.
no entanto, se assar, existe um pozinho mágico chamado "amido de milho", também conhecido como "maizena".
em um ano de fraldas de pano, autran nunca assou.

» aqui em casa eu não tenho trocador. não tive com a luana e não vi necessidade de ter com o autran. isso é escolha pessoal. moro numa casa de dois andares, no andar de baixo (onde passamos a maior parte do tempo), troco fraldas em cima do sofá ou em cima de uma mesa sem uso definido. no andar de cima, troco em cima da cama. as fraldas ficam no andar de baixo, num lugar bem inusitado.

isso menos, a estante da sala


» por esse motivo, não tenho toda aquela parafernália do trocador.


#1 - as fraldas diurnas.
#2 - as fraldas noturnas.
#3 - lencinhos reutilizáveis ➝ são pedacinhos mais ou menos do tamanho de lenços umedecidos descartáveis feitos com uma camiseta velha. o bom é que da pra jogar direto na q-boa que ficam branquinhos e secam super rápido. o ruim é que a vida útil deles é risível (depois de um tempo eles praticamente esfarelam). seu uso é tão versátil quanto o lenço umedecido de pacotinho.
#4 - spray umedecedor ➝ é o que eu uso pra umedecer os lenços. o líquido dentro desse borrifador é trocado com frequência, e é composto apenas de água fervida e uns talinhos de cravo (um antifúngico natural). eu simplesmente borrifo água no paninho ou borrifo diretamente onde será limpo.


um adendo sobre o item #3 e #4: não me adaptei bem ao algodão e preferi usar os paninhos. porém eles não são tão práticos fora de casa. testei os lenços compactos e amei. é uma disquinho de nada que, ao adicionar água, se transforma numa toalhinha ótima pra limpar cocozão. e o melhor de tudo: é biodegradável!

#5 - liners biodegradáveis
#6 - liners reutilizáveis ➝ foi minha tentativa de improvisar. não deu muito certo. não fiz a bordinha das toalhinhas e elas desfiaram loucamente. e lógico, diminuíram de tamanho. hoje uso esses paninhos pra limpar joelho sujo, caqueira de comida, mão imunda e demais cracas.

também tenho um borrifador específico pra acetona, para usar na rua, mas geralmente taco o borrifador grande na bolsa mesmo.


» fralda de pano é muito mais volumosa, então não se assuste do bebê ter que usar um número maior da roupa recomendada pra idade dele. e aquele volume não fará mal ao desenvolvimento da bacia e perninhas dele, fique tranquila.


---

eu entendo e respeito que fralda de pano não é pra qualquer um. elas se ajustaram ao meu estilo de vida e me trouxeram inúmeros benefícios. cada família é livre para fazer suas escolhas, eu apenas divulgo as minhas e mostro que não é um bicho de sete cabeças, não sou escava do tanque e não me toma o tempo que imaginam (acho mais porre lavar tênis e pano de prato que lavar fraldas).
sobre as fraldas de pano - e qualquer outro assunto nessa vida - é interessante ler sobre o assunto, entender seu funcionamento e apresentar para quem demonstra interesse.

para qualquer outra dúvida que surgir ou se de repente fralda de pano pareceu irresistível, é só me escrever ^^

e agora, fiquem aí com essa delícia chamada: autran hahahha








(parte II)