2 de jul de 2014

fraldas de pano modernas - as perguntas que eu mais ouço (parte I)

a primeira vez que ouvi falar de fraldas de pano foi nesse blog.
achava a coisa mais linda os filhos mais novos do casal usar fraldas coloridas, gritando estilo e preocupação com o meio-ambiente. até então, as únicas fraldas de pano que tinha conhecimento eram as que minha mãe usou na minha irmã mais nova: aquelas famosas fraldas de algodão que tinham que ser lavadas cuidadosamente, fervidas, passadas, dobradas, as calças plásticas que estouravam o botão com o tempo, os alfinetes, as assaduras e o trabalhão que dava.
achei fantástica a notícia de que haviam fraldas de pano modernas, adaptadas para os dias de hoje, mas foi um baldão de água fria quando vi como a mãe desse blog lidava com elas: não via aquilo dentro da minha rotina, jamais. todos aqueles utensílios, coisas que nunca havia visto na vida ("soap nuts"??) e toda uma engenharia que não visualizava funcionando comigo.

daí eu engravidei.
daí eu quis porque quis usar fraldas de pano também.

também quis um filho com um bundão colorido gritando estilo e preocupação com o meio-ambiente.
ainda mais depois de ver que várias famílias pelo brasil eram adeptas às fraldas de pano modernas.
e quanto mais eu pesquisava sobre o assunto, mais encantada eu ficava. depois de um tempo, não era só questão de estilo e meio-ambiente, era paixão.
bem que me avisaram: fralda de pano vicia.

nesses 11 meses, tive a oportunidade de conhecer muita gente que vende e usa fraldas de pano, e mais gratificante é poder ajudar mães que estão entrando nesse mundo cheio de nomes estranhos, siglas, regrinhas. o mar de dúvidas é desanimador.
por esse motivo, resolvi fazer um FAQ também, um pequeno manual para iniciantes, respostas automáticas para as perguntas de sempre, uma entrevista comigo mesma, o que você quiser chamar.
quero trazer a fralda de pano pra minha realidade.
além de mostrar que não sou escrava do tanque, que fralda de pano moderna tem o "moderna" por vários motivos. e um deles é a praticidade :)

bom, então senta aí bem confortável, que lá-vem-mais-um-post-gigante.


por quê?
como dito anteriormente, a primeira coisa que me chamou atenção nas fraldas de pano foi a lindeza delas. é isso mesmo, me julguem. achei a coisa mais mimosa do mundo. calcinha/cuequinha por cima da fralda descartável não é a mesma coisa. eu queria um bebê com um bumbunzão estampado, colorido, diferente.
em segundo lugar, se formos pensar com consciência, é realmente preocupante o tempo que uma fralda descartável demora pra se decompor na natureza (em média, 600 anos). fora a contaminação pelas fezes e urina, já que as fraldas são consideradas lixo orgânico (ou lixo "molhado") caseiro e vão para lixões ou aterros. se formos fazer um cálculo por cima, um bebê que use 5 fraldas por dia, ao final de dois anos - que é quando, geralmente, acontece o desfralde - ele terá usado 3.600 fraldas. agora multiplica isso pelo tanto de bebê que deve ter na sua cidade. assustador.
pegando a carona das 3.600 fraldas até o desfralde, vamos por aí 1.800 por ano. cada pacotão de fralda descartável vem umas 30 fraldas (depende do tamanho, ou vem mais, ou vem menos) e custa, chutando aí, uns R$ 20,00 numa promoção bacana, então cada fralda sai por R$ 0,66. vamos arredondar pra R$ 0,70. no final de um ano, você gastou R$ 1.260,00 em fralda descartável. e olha que a conta foi de uma marca mediana... a gente sabe que tem pacote aí custando bem mais que isso.

esses foram os três pilares que me fizeram decidir pelas fraldas de pano.
fora esses, tem as vantagens delas prevenirem assaduras, serem livres de química e serem agradáveis com a pele sensível do bebê.

quanto custa essas fralda aí, então?
pra ter um estoque funcional, recomenda-se ter o número de fraldas que seu bebê usa mais 50%. eu acho pouco, muito pouco. mesmo lavando diariamente. e quando chove? e quando a vida vira um caos e não rola lavar? e quando o bebê tá com piriri e acontece mais trocas? tem que pensar nisso. acho que um estoque bacana seria ter umas 20 fraldas.
cada fralda de pano custa, em média, R$ 30,00 (as chinesinhas de tamanho único, já explico sobre elas). então no final você gastaria R$ 600,00 de fraldas pro seu filho - que vão do nascimento ao desfralde. diferença bem grandinha, né?

explica essa "chinesinha de tamanho único" aí...
a maioria das minhas fraldas são desse tipo: chinesas, tamanho único. sim, fabricadas na china; como diz numa das etiquetas: "made in china with love". elas são importadas e revendidas por mães empreendedoras e/ou que querem adquirir uma renda extra. quase 99% das lojinhas estão no facebook. por isso que se você for no google e procurar pelas fraldas ecológicas, vai encontrar marcas e modelos diferentes das que eu tenho. o mercado nacional de fraldas de pano é muito interessante e diversificado. porém, por afinidade, eu preferi as chinesas. posso até explicar pra quem está decidindo sobre qual tipo de fralda usar (sim, há vários tipos) os motivos, mas privado. aqui eu me alongaria demais.
o tamanho é único porque ela é ajustável. serve pra bebezinho bububu a criança praticamente desfraldada.


que marca e modelo/tipo você usa?
os modelo/tipo são pocket, e como o próprio nome diz, vem com um bolso interno onde se coloca um absorvente. geralmente, cada fralda vem acompanhada de seu próprio absorvente, mas se você quiser usar outra coisa no lugar, pode ficar a vontade. tem mães que fazem os próprios absorventes com tecidos que gente que costura conhece bem. como sou leiga no assunto, me atenho aos de fábrica. as marcas chinesas que tenho são babyland, ananbaby, sunny baby e oyko kids. também tenho um outro modelo que não sei como se chama, é de fabricação nacional, da fralda bonita. é toda de algodão e o absorvente é costurado. por isso chamo dela de "nacional".
aqui tem três exemplos das fraldas diurnas do autran:


fechadinhas...

... abertinhas!

na segunda foto, dá pra perceber bem qual é o absorvente que vem na fralda. os outros são a famosa fralda cremer velha de guerra, que os antigos usavam no bumbum e que hoje a gente faz biquinho de crochê e usa pra limpar boca, vômito e cacas em geral. essas cremer ainda funcionam bem como absorvente adicional.
a fralda xadrezinha é a nacional. eu só coloco uma cremer a mais pra garantir que não vai encharcar.

aiai agora tá complicando... como assim "diurna"? tem noturna??
tem e não tem. eu falo diurna porque durante o dia rolam mais trocas então não é reforçado como as noturnas. mas calma, pelo menos as minhas noturnas não mudam muito.
olha elas aqui:


fechadinhas...

... abertinhas!

da pra ver que tem um absorvente diferente ali, né? aquele é um absorvente de fibra de bambu, um mega absorvente. até os 5 meses o autran usava só um daquele durante a noite inteira. ah, sim, nunca troquei fralda a noite.
as outras duas fraldas abertas são dois absorventes diurnos juntos, e uma cremer estampadinha (com biquinho, óun) com um absorvente comum.
todos os absorventes que vem nas fraldas são de 3 camadas de microfibra.

nunca trocou fralda a noite? não assa? não vaza?
não, não e não.
as fraldas que eu compro são feitas com dois tipos de tecidos: o interno e o externo. o externo eu sempre compro impermeável, esses tecidos estampados e coloridos são de "pul", parece plástico e é um pouco elástico. o interno é de microfleece ou suedine. ambos permitem a pele respirar, pois não absorvem umidade. por isso, a sensação do bebê é de pele sempre seca. por isso que não assa.


esse monte de tecido não esquenta não?
como já dito, a pele respira com o microfleece e o suedine. se esquentasse, incomodaria, se incomodasse, o autran iria reclamar :)


--

percebi que o post está ficando muito mais que gigante, e por isso vou separá-lo.
aqui finda a primeira parte.
logo eu mostro os produtos que deve-se usar com fraldas de pano, minha rotina de lavagem, etc.

(parte II)