24 de out de 2013

but she's only 10 years old!

daqui menos de 4 horas (00h56min) luana estará partindo pra sua primeira viagem com a escola. vão a foz do iguaçu.
todos os 5º ano embarcarão em uns 3 ônibus, mais professores, coordenadores, diretor, etc pra conhecer a ~maravilha natural~ do nosso estado.

a luana está ansiosa pra essa viagem desde que o ano começou. na primeira reunião, a professora já explicou como seria a viagem, o porquê, o quanto é importante, como pagar em suaves prestações por 7 meses. todas as crianças vão, até a amiguinha da luana cuja a mãe não deixa ir brincar na casa dos outros.

e aquela coisa: coração de mãe na boca. quase escapulindo.
meu bebezão entrando num ônibus SOZINHA, indo pra foz do iguaçu SOZINHA, passeando pelo parque nacional SOZINHA, almoçando em restaurante SOZINHA, conhecendo itaipu, parque, marco das três fronteiras SOZINHA. é assim que eu vejo.
não importa se vai professor, psicólogo, coordenadora, diretor, secretária, cozinheira, faxineira, polícia militar e federal. minha filha estará sem mim e isso é perigosíssimo.
por mais que eu me esforce em "criar o filho pro mundo", ver ela batendo as asinhas é tão... desolador.

luana está uma típica pré-adolescente. passa o dia inteiro no computador, se deixar. vive com fome. vive com sono. vive entediada. vive com cara de "saco cheio". ainda demonstra algum entusiasmo quando a chamo pra fazer algo comigo, no entanto.
vejo alguns resquícios da luana-bebê: ainda tem aquele grude excepcional comigo, ainda quer bater papo enquanto eu estou no banheiro e/ou tomando banho, ainda quer sabe o que está passando no discovery kids, ainda me chama de "mami", ainda enrola o dedinho no cabelo pra dormir.
mas eles estão sumindo, pouco a pouco.

a cada dia, vejo a linda moça que ela está se tornando.
me animo em ver que ela continua doce e educada, me preocupo em ver que ela continua super tímida e introspectiva.
nunca me pensei sendo mãe de uma adolescente.
melhor eu começar a pensar.

e rápido.


última foto como filha única.