24 de fev de 2013

bits and pieces I.

» uma ex-aluna (apenas apliquei um projeto com a turma dela, coisa de 10 aulas) trabalha no supermercado que eu frequento. ela ainda reluta em me cumprimentar. ás vezes quero deixá-la a vontade com os colegas e passo reto, fingindo que estou mexendo no celular ou falando algo pra minha filha. sempre me sinto esnobe quando faço isso.


» definitivamente, a luana é a pessoa mais ansiosa desse mundo quando o assunto é o bebê. 99% do tempo que passamos juntas e ela não está com o fone nos ouvidos assistindo carrossel, ela está me falando ou me perguntando sobre o bebê/gravidez. no início eu me irritava, mas agora tou usando outra tática: estou deixando ela inteiramente por dentro de tudo. e o que ela não entende, eu explico. ex: abro um iogurte e falo que iogurte é feito de leite e leite é bom poque fortalece os ossos e os ossos do bebê está sendo formados e se não forem bem formados [continua infinitamente]. até quando eu fui tomar vacina eu levei ela junto. e fiquei a fila inteira falando do porquê ser importante tomar vacina durante (ou antes) da gravidez e que não, o bebê não vai sentir dor.
só mais cinco meses.


» pela primeira vez na faculdade, comprei um caderno. dos 5 professores que tenho esse ano, conheço bem 3 deles e sei o quanto eles são exigentes. um outro eu nunca tive aula com, mas dizem que é bem "chatinho". outro é novo, entrou agora, ninguém sabe como-com quem-quando. OU SEJA, ou eu me mantenho organizada ou terceiro ano te vejo de novo em breve.


» ultimamente ando bem misantropa. eu, que sempre gostei de pessoas, de ouvir histórias, de tirar um sarro, de small-talk no ponto de ônibus. não ando com saco pra mais ninguém além dos amigos chegados, e ainda deles, o que espero é de um silêncio cúmplice sem muito a dar ou oferecer. sem falar sobre nada, sem responder as mesmas perguntas feitas a quilos sobre a gravidez, faculdade, como eu vou fazer com tudo - nem eu sei.


» voltei a jogar angry birds e, caraio eu sou muito boa nisso HAH


» estou cada vez mais convencida de que meus ~projetos~ de decoração num imóvel alugado nunca serão realizados por um único motivo: preguiça.