10 de set de 2011

mercê.

pensamentos condensados nos limites de caracteres e a mobilidade de uma internet no celular. o celular que faz de tudo, mas ainda me atrapalho na hora de fazer ligações. tudo isso por causa da preguiça de editar contatos e o fim da comodidade do ddd ser inserido automaticamente.
a gente nunca quer ter trabalho.

eu tentei ter agenda esse ano, uma agenda pra realmente anotar tarefas e cumpri-las. mas a agenda se resumiu a anotações desconexas e números de protocolos de atendimento por telefone.
os dias de provas, trabalhos, xerox, deveres, horários, prioridades.
eu sempre acho que vou dar conta somente pela memória. ledo engano. e continuo me enganando.
devo gostar disso.

sei (e gostaria) de compartilhar os pequenas prazeres, mas os pensamentos condensados nos limites de caracteres e toda aquela coisa.
nem falar de filmes eu falo mais.
sinceramente, não ando contente com a pessoa que me tornei virtualmente.