11 de abr de 2009

nicotine coma.

quando tudo é desfoque.
e nada parece passageiro.
quando você se da conta de que esta miserável, fraco, cego e nu.
e não vê a hora de acordar.
quando as cores se confundem.
e os sentimentos também.

quando nada além da realidade se trava na sua frente.
e percebe que o real jamais foi visto.

ela chega.
e derruba toda a aura-problema.
e mostra que nada está perdido.
que há esperança.
que há beleza.
que há paixão.

ela vem, encanta, e diz com a voz chorosa que esta doente, e precisa de sorine.
escova os dentes segurando toalha de assoar nariz.
te abraça. e diz que vai dormir.

a melhor coisa da minha vida, tem 6 anos, vive cor-de-rosa e diz que quer ser como eu quando crescer.
luana, meu amor, não acorde. não se suje. não espere. não se perca.

você é a coisa mais pura, genuína, doce e concreta que eu tenho.
todo o resto é imperfeito.