18 de mar de 2014

pode dar gelatina pra bebê?

eu sempre achei que podia.
afinal, dão gelatina de sobremesa nos hospitais, não pode ser ruim, né?
pois é.
até você ver o tanto de açúcar que tem um pacotinho comum ou o tanto de ingredientes com nomes estranhos. e pra mim, quanto mais nomes estranhos, mais artificial.

aí um dia eu vi uma amiga falando da "gelatina sem açúcar" que ela dava pro filho.
imaginei uma coisa difícil de fazer, ruim e sem graça. aquele velho pensamento de ligar coisa saudável a coisa sem sabor.
porém, pasmem, é super fácil de fazer, super fácil de achar os ingredientes e fica muito bom!

não precisa nem pegar papel e caneta, é tão simples que dá pra fazer de cabeça :)

gelatina de bebê

você vai precisar de um saquinho de gelatina ágar-ágar e suco integral de uva de sua preferência.


bom, o modo de fazer vai depender de muita coisa. eu diria pra seguir as instruções da embalagem da gelatina, mas eu fiz diferente.
dissolvi um pacotinho (na embalagem, vem dois pacotinhos) em 300 ml de água fria e acrescentei mais 300 ml de suco de uva.

quis que ficasse mais duro para que o autran pudesse pegar com as mãos, que ficasse bem firme para poder ser manipulada por mim e por ele.
e ficou beeeeem durinha mesmo, mas macia o suficiente pra ser esmagada com a língua. ou seja, bebê sem dente pode comer tranquilamente.


depois de por a foto no instagram, a mesma amiga que me "apresentou" a gelatina ágar, me disse da possibilidade de acrescentar pedaços de frutas inteiras e variar o sabor.
uma rápida pesquisa no google e a gente tipo, descobre o brasil com o tanto de coisa que dá pra fazer.

o legal é que ágar-ágar é super natureba, uma boa opção pra quem está em dieta dukan ou vegana, não "derrete" em temperatura ambiente, é pura fibra alimentar e pode ser usada tanto pra doce quanto pra salgado!

yummy ^^