28 de jan de 2014

rocking my world for the past 6 months.


chegamos ao marco de seis meses de vida!
seis meses de amamentação exclusiva.
seis meses de cama compartilhada.
seis meses de muito apego.

autran é um exímio rolador.
girou pela primeira vez dia 1 de dezembro de 2013. hoje é capaz de atravessar um cômodo rolando.
nessas manobras, já o flagrei lambendo o chão, mascando o fio do ventilador e mordendo um chinelo.
ele levanta o corpinho pra se jogar pra frente, mas o que faz com maior destreza é se arrastar pra trás.
ainda não é firme ao sentar-se. aliás, essa habilidade será complicada. ele não gosta de sentar. prefere ficar em pé, segurando em um apoio, ou deitado de bruços. quando vou colocá-lo sentado, ele esticas as perninhas. só forçando para dobrá-las.

autran adora um colo.
pode ser de quem for, se está no colo, está tudo ótimo.
raramente estranha pessoas. gosta de ser jogado pra cima, de que pulem com ele no colo. deve sentir-se numa montanha-russa.


autran vocaliza duas consoantes: o "d" e o "b".
de vez em quando, é um tal de dididididi e babababa que não tem fim. morro de amor.
adora tomar banho. adora passear no sling. adora seu mordedor rosa.
odeia cobertor e ficar no carrinho.
já tem seu ciclo circadiano definido há bastante tempo.
dorme bem à noite, exceto em fases de pico de crescimento.
sua necessidade de sucção caiu consideravelmente, o que me faz lembrar que há quase dois meses perdemos a "chupeta de emergência" e não compramos outra. autran é 100% chupeta free. yey!

autran já experimentou melancia e maçã, mesmo não tendo dentes.
sua introdução alimentar está sendo inciada pelo método BLW, guiado totalmente pelo próprio bebê com alimentos servidos aos pedaços para comer com as mãos.

continuo não levando-o ao pediatra. e continuo achando que não precisa.
autran é um bebê saudável, que cresce a olho nu. roupas M não servem mais. suas dobras e meus braços afirmam com veemência que ele está ganhando peso.

não sei quanto pesa ou quanto mede. e acho que isso prova meu total desapego às tabelas que fazem mães se desesperarem por seus filhos não se encaixarem em um padrão. cobrando dos pequenos desde tão cedo, sociedade?


até que ele não mudou muita coisa... :)

autran enche nossos dias com risos e choros, com exigências e demandas, com conquistas e paixão.
me é impossível imaginar a vida sem ele.

seis meses; tão pouco tempo, tão transformador.