25 de set de 2013

maternidade alternativa não é moda.

em tempos de tecnocratização da vida, é preciso que a gente recorra às essências. pensar no fundamental. no dia em que beijar, abraçar, aquecer as mãos como forma de transmitir amor ou aliviar a dor forem moda, estaremos de fato vivendo o fim de nossa condição humana.


(clique na imagem para ler)


ps - só pra dizer que a ilustração das mães bicho-grilo não me representa. mas o texto sim.