31 de jan de 2013

o amor nos tempos do coléra II.

era ainda jovem demais para saber que a memória do coração elimina as más lembranças e enaltece as boas e que graças a esse artifício conseguimos suportar o passado.
(gabriel garcia marquéz)