15 de dez de 2012

hello daddy, hello mom - here comes our cherry-bomb.

apenas 20 milímetros. esse é o tamanho do bebê que você carrega no fim do seu segundo mês de gestação. ele continua minúsculo - menor do que um feijãozinho -, mas o crescimento está a todo vapor. a barreira placentária já é bastante eficiente, selecionando tudo o que chega ao embrião. o baço, a traqueia, a laringe e os brônquios começam a tomar forma. a pontinha do nariz e as dobras das pálpebras acabam de aparecer, delineando as feições. ele já tem ombros e os braços cresceram um pouco.
também estou zonza, processando todas as informações.

semana passada decidimos fazer um teste de farmácia. meu humor andava inconstante demais, muito sono, muita indisposição, cansaço, tontura, menstruação atrasada... não deu outra: positivo.
chorei. chorei. chorei.
minha primeira reação foi ter ficado brava comigo mesma. eu tomava pílula, mas não tinha controle absoluto. se engravidei, é porque falhei.

sem desespero. respira fundo e aguarda pra consulta com um obstetra, um exame de sangue. maior certeza e tudo mais. vai que era um falso-positivo, né?
mas, veja, talvez o psicológico seja uma coisa bem filha-da-puta, ou apenas a coincidência que seja filha-da-puta. dois dias depois do exame de farmácia, fui a uma pizzaria com o moisa, luana e um casal de amigos. duas fatias e uma água com gás depois, eu sentia uma vontade louca de vomitar. como se eu tivesse comido uma pizza inteira sozinha. cheguei em casa, bebi o que pude de água gelada e deitei. à partir desse dia, eu tenho sentido enjoos constantemente, o dia inteiro.

é claro, o exame de beta-hCG deu positivo. chorei mais um pouco no telefone com o moisa. não sei porque minha reação é sempre pensar no lado ruim das coisas. porém, o entusiasmo de família, amigos e, principalmente, do moisa e da luana me abriram os olhos, a mente e o coração. tanto que, agora, boa parte do tempo que passo na internet, é pesquisando sobre estágios de gravidez e que tipos de alimentos contém este ou aquele nutriente. até porque eu passei as primeiras 7 semanas fumando e não tendo uma alimentação muito exemplar heh.

o médico ainda havia pedido mais um exame, um ultrassom, pra ter certeza absoluta que eu estou mesmo grávida. com esse sono, esse humor e esses enjoos, quer mais ainda?
fiz o bendito hoje de tarde e eis a terceira confirmação: sim, estou grávida.
vi na telinha cheia de riscos, um amontoado de pontinhos brancos que juravam ser meu bebê. pude ouvir o coração batendo, parecendo um motorzinho.
é bem estranho, porque quando fiquei grávida da luana, a gestação já estava avançada quando descobri (22 semanas heh) e no primeiro ultrassom dava pra ver tudo direitinho, inclusive saí de lá sabendo que era menina.

pra ser sincera, tudo está sendo diferente agora.
o mal estar, a indisposição, o sono, o cansaço, os vômitos, nojo de tudo. nada disso eu tive antes. agora pareço estar numa fadiga interminável. espero que isso passe, junto com o primeiro trimestre.
e que, daí sim, eu me sinta realmente grávida. e então começar a melhor parte. a que eu mais gosto e aguardo :)
em breve, sua cintura vai se expandir e você vai notar outras mudanças no corpo. os cabelos ficarão mais brilhantes. já a pele, apesar da aparência viçosa, tem sua pigmentação aumentada, o que pode ocasionar o surgimento de manchas, especialmente na região do rosto. o intestino, por outro lado, pode desacelerar seu ritmo de trabalho. o estômago também passa a produzir maior quantidade de ácido clorídrico nesta fase, causando uma incômoda queimação.
eita!