6 de abr de 2011

um coração ardente.

atos herdou de mim esse tipo de coração. gente assim ri mais, chora mais, odeia mais, ama mais... ama mais, principalmente isso. ama muito mais. é uma espécie de gente inflamável, que está sempre se queimando e se renovando sem parar. de onde nascem chamas tão altas? muitas vezes não há nenhuma acha de lenha para alimentar o fogo, de onde vem tamanho impulso? mistério. as pessoas param, fascinadas, em torno desse calor tão espontâneo e inocente, não? tão inocente. no entanto, tão perigoso.

(lygia fagundes telles)